Clínica Odontológica
Seja bem vindo a nossa Clínica Odontológica . Temos um conceito moderno e eficiente de atendimento, onde você conta com tecnologia de última geração com uma excelente relação custo/benefício.

Odontopediatria


Nós cuidamos do seu filho com o objetivo de que ele se torne um adulto sem problemas com a necessária visita periódica ao dentista. Através da prevenção, atuamos de forma, a obtermos uma saúde bucal perfeita. Fazemos um acompanhamento para caso seja necessário atuarmos de forma curativa. Encaminhamos para a correção e prevenção de problemas ortodônticos.







Cuidados com os dentes de leite

Quando nascem os dentes de leite?

Por volta do sexto mês, mas pode haver antecipação para o terceiro ou quarto mês. Geralmente, a dentição do bebê completa-se entre o vigésimo quarto e o trigésimo sexto mês.
O bebê sente dor quando nascem seus dentes de leite?

O surgimento dos dentes é uma ocorrência natural, portanto não provoca dor, nem sangramento. Entretanto, alguns sintomas podem aparecer: aumento da saliva devido à maturação das glândulas salivares e à dificuldade que o bebê tem de engolir a saliva produzida; diarréia, em conseqüência de distúrbio gastrointestinal causado pela contaminação através de objetos levados à boca pelo bebê e sucção do dedos, principalmente em condições de higiene inadequada; febre "baixa e passageira", provocada por substâncias que regulam a temperatura corpórea, liberadas durante o rompimento da gengiva; irritação local provocada pela pressão dos dentes na gengiva (não requerendo medicação alguma).
Os mordedores ajudam na erupção dos dentes?

Existem mordedores macios que contêm um gel no seu interior e que devem ser mantidos na geladeira. Esses mordedores, quando utilizados pelos bebês, aliviam a irritação da gengiva causada pela pressão dos dentes em erupção. Se eventualmente a irritação for grande, um anestésico tópico não irritante - aplicado 3 a 4 vezes por dia - também pode dar alívio temporário, desde que prescrito corretamente, já que ele pode ser tóxico, e sua absorção é rápida.
É necessário escovar os dentinhos do bebê?

Sim. É importante fazer a higienização mesmo antes da erupção dos primeiros dentinhos. Para tanto, pode ser usada uma dedeira ou gaze embebida em água filtrada que deve ser esfregada delicadamente na gengiva. Após a erupção dos primeiros dentinhos, uma escova apropriada com cerdas reduzidas e macias deve ser usada, principalmente após as refeições.
O bebê pode usar creme dental?

Quando erupcionam os primeiros dentinhos, pode-se utilizar escova de dentes somente molhada em água. Quando o bebê estiver com um maior número de dentes, o creme dental deve ser usado em pequena quantidade, o equivalente a um grão de ervilha ou até menos, visto que os bebês engolem cerca de 70% do creme durante a escovação; como o creme dental contém flúor, o excesso ingerido pode provocar fluorose, alterando a cor dos dentes.
E se o bebê não deixar escovar os dentes?

A mãe precisa ter paciência e tentar transformar a escovação em uma brincadeira divertida. Usar uma escova colorida ou cantar musiquinha acompanhando os movimentos da escova pode ajudar. É interessante que o bebê a veja escovando seus próprios dentes.
Que tipo de mamadeira usar para os bebês que não podem ser amamentados no peito?

Existem mamadeiras que possuem bicos muito semelhantes ao seio materno e garantem o bom posicionamento da língua durante o aleitamento. O furinho do bico deve ser estreito para forçar o bebê a sugar, o que estimula a musculatura e o crescimento da mandíbula. A posição em que o bebê toma sua mamadeira também é importante: ele deve estar inclinado e nunca completamente deitado.
A mamadeira e a chupeta podem alterar o posicionamento dos dentinhos do bebê?

Todo hábito quando prolongado prejudica o posicionamento da língua e a musculatura bucal. Deve ser planejado eliminar da rotina do bebê a chupeta e a mamadeira o mais cedo possível, até no máximo por volta dos três anos.
Antibióticos prejudicam a dentição?

Depende. Todo antibiótico ou medicamento, quando administrado, deve estar em dose adequada e sob supervisão médica e/ou odontológica.
Os bebês podem ter cárie?

Sim. O hábito de o bebê ser amamentado ou alimentado com mamadeiras com leite, chá ou qualquer líquido contendo açúcar ou mel durante o sono, principalmente à noite, pode provocar a cárie de mamadeira ou de aparecimento precoce. Se não houver higienização nesse período, esse tipo de cárie acomete os dentes rapidamente, pois, durante o sono, o fluxo salivar diminui. Os primeiros sinais da cárie de mamadeira constituem manchas brancas e opacas que muitas vezes passam desapercebidas pelos pais.
Quando deve ser a primeira consulta do bebê ao dentista?

A primeira consulta deve ser feita antes mesmo do aparecimento dos primeiros dentes. Uma consulta agradável, em um ambiente amistoso, ajudará o estabelecimento de um vínculo afetivo com o dentista; também é importante um programa de educação e medidas preventivas que evitem o aparecimento de cárie e doenças gengivais.

Orientando o Paciente



Educação Odontológica Infantil

O que é Educação Odontológica Infantil?

A educação e a motivação odontológica são ferramentas extremamente importantes, pois são capazes de desenvolver uma consciência, em uma população, das reais causas dos seus problemas e despertar o interesse pela manutenção da saúde. A educação odontológica infantil visa mudar o comportamento das crianças pré-escolares (3 a 6 anos) e do ensino fundamental quanto aos problemas de saúde bucal, minimizando, assim, o número de ocorrências futuras de cárie, doenças periodontais (da gengiva) e perda precoce dos dentes.
De que maneira essa educação pode ser desenvolvida?

Dentro do ambiente da escola, o odontopediatra desenvolve um treinamento para a técnica correta de escovação, de acordo com a idade das crianças envolvidas e a coordenação motora das mesmas. Desse modo, desde tenra idade a criança se familiariza com o hábito da escovação e aceita melhor a execução desse hábito diário.
Somente a técnica de escovação pode ser treinada na escola?

Não. Além desse treinamento, de maneira gradual, informações sobre o desenvolvimento da cárie, a quantidade de creme dental, o uso do fio dental, o uso do flúor, as dietas cariogênica e não-cariogênica, os tipos e as funções dos dentes são trabalhadas com as crianças.
Por que a escolha do ambiente escolar e não do consultório odontológico?

As medidas de educação podem ser realizadas nos dois ambientes. Entretanto, a escola desempenha um papel fundamental já que o ambiente escolar, tanto nos seus aspectos físicos quanto humanos, é bastante familiar para a criança, e geralmente esta apresenta um espírito favorável para a absorção das informações nesse ambiente. A introdução da figura do cirurgião-dentista em um local conhecido também torna a adaptação da criança ao consultório mais fácil.
Qual o benefício da Educação Odontológica Infantil?

As crianças adquirem uma correta coordenação motora para realizar a escovação dental, além de conscientemente adquirirem esse hábito saudável. A educação odontológica infantil visa criar uma geração em que as crianças de hoje sejam adultos conscientes em relação à sua saúde bucal.
Qual o papel da família neste processo?

Através do recebimento das informações na escola, a criança acaba afetando o ambiente familiar de forma positiva, cobrando dos pais o hábito da escovação. O odontopediatra pode utilizar as reuniões de pais para transmitir informações importantes de forma a reforçar as informações passadas para as crianças

Orientando o Paciente


O uso racional de creme dental na infância

Como devo realizar a higiene bucal do meu filho?

O modo de higienização bucal dependerá da idade do seu filho. No recém-nascido, a limpeza deve ser realizada com uma gaze ou fralda embebida de água filtrada, a fim de remover os resíduos do leite. Com o surgimento dos primeiros dentes, deve-se utilizar uma escova dental infantil sem creme dental ou pasta dental sem flúor.
Qual o creme dental que se deve usar?

A pasta de dente com flúor (vide na embalagem do produto) só poderá ser utilizada quando a criança souber cuspir completamente o seu excesso, ou seja, por volta dos três ou quatro anos de idade. Antes disso, só a pasta sem flúor.
Qual a quantidade de pasta que deve ser colocada na escova?

Embora, hoje, na mídia, a publicidade dos cremes dentais orientem, erroneamente, o modo de colocação da pasta no sentido logitudinal (escova amarela), o ideal é o uso da técnica transversal, ou seja, a quantidade de um grão de ervilha (escova rosa). Além disso, recomenda-se manter as pastas fora do alcance das crianças e a supervisão dos responsáveis durante a escovação dos filhos, pois as pastas comercializadas, atualmente, contêm sabores atrativos às crianças, estimulando a sua ingestão.
Qual a ação do flúor nos dentes?

O flúor é utilizado como agente terapêutico na prevenção da cárie dentária; graças ao seu uso, houve um declínio na prevalência da doença cárie. Porém, com a ingestão de flúor em excesso, vem-se aumentando, significativamente, a fluorose.

O que é a fluorose? Como ela se manifesta?

A fluorose dentária é um defeito qualitativo do esmalte dental, devido ao aumento da ingestão de flúor durante a fase de formação dos dentes. Com a ampla distribuição e consumo de flúor, através de várias fontes, como água, sal, sucos, refrigerantes, cereais matinais, salgadinhos, vitaminas e medicamentos com flúor, pasta dental, bochechos e aplicação tópica de flúor, surge também a grande preocupação da alta ingestão de concentração de flúor, durante a formação dos dentes, o que acarreta a fluorose. Esta pode se manifestar desde seu grau mais leve, em linhas ou manchas brancas até um grau mais avançado, em que ocorrem manchas amarronzadas e a perda de porções de esmalte dental.
Que tipo de flúor o meu filho deve utilizar?

O cirurgião-dentista analisará criteriosa e individualmente as fontes de ingestão de flúor e o risco da doença cárie, podendo, assim, orientar ao responsável o método mais seguro e racional do flúor para a prevenção da cárie e da fluorose dentária.

Orientando o Paciente


Os Dentes de Leite

Devo me preocupar em caso de atraso na vinda dos primeiros dentes de leite?

Não, pois a idade média normal para o nascimento é por volta de 6 meses de idade. Um atraso em torno de mais 6 ou 8 meses ainda poderá ser considerado dentro dos padrões da normalidade em nossa população. Também poderemos ter dentes de leite que erupcionam (nascem) antes do prazo médio, ou seja, logo após o nascimento ("dente natal"), ou por volta de 2 a 3 meses de idade ("dente neonatal"). Se isso ocorrer, procure o odontopediatra.
Quando nascer os dentes do bebê, poderá ocorrer febre ou diarréia?

Sim. Ao nascimento dos dentes do bebê, poderão ocorrer alguns sintomas, como coceira e abaulamento da gengiva, com aumento da salivação, estado febril, e até as fezes podem ficar mais líquidas.
Para ajudar o rompimento dos dentinhos e melhorar esse desconforto, deveremos oferecer ao bebê alimentos mais duros e mordedores de borracha para massagear a gengiva.
Se os dentes de leite são temporários, por que é importante tratá-los?

A presença dos dentes de leite é muito importante porque prepara o caminho (guia) para a erupção dos dentes permanentes, mantendo em equilíbrio harmônico o crescimento das estruturas da face (dentes, ossos e músculos); proporciona uma mastigação e deglutição adequadas dos alimentos e conseqüente digestão. Um dente de leite comprometido seriamente por um processo de cárie poderá levar a uma infecção, acarretando a má formação do dente permanente. Além disso, quando deparamos com crianças esteticamente comprometidas, percebemos que ocorrem nelas uma dificuldade de comunicação e integração social.
No caso de perda do dente de leite por trauma (bater a boca), qual procedimento deverá ser tomado?

Se a criança bater a boca, deverá procurar o odontopediatra, para o exame e a radiografia da região atingida, fazendo uma avaliação do caso. Se houver trauma, guardar o fragmento em soro fisiológico, para tentar o procedimento clínico de colagem. Caso ocorra perda do dente, levar o mesmo, em soro fisiológico ou leite, ao odontopediatra, onde será feita a avaliação do procedimento adequado.
O uso da mamadeira estraga os dentes?

O uso da mamadeira após a erupção dos dentes poderá levar a chamada cárie de mamadeira, quando apresentar um uso descontrolado e contínuo. O fato de se adicionar outro componente, como açúcar e cereais, leva a um aumento da cárie. Também recomendamos que a mamadeira noturna seja suspensa tão logo erupcione o 1" dente; caso haja dificuldade, poderá se oferecer água pura.
Assim, a Academia de Pediatria Americana recomenda que o uso da mamadeira deverá ser interrompido dos 9 meses ao 1" ano de vida. Essa redução deverá ser gradual.
Quando deve ser iniciada a escovação dos dentes de leite?

A escovação dos primeiros dentes deverá ser iniciada assim que estes estejam erupcionando, com escova infantil e de cerdas macias. Antes da erupção dos dentinhos, a boca e a gengiva do bebê já deverão ser limpas com a ponta de uma fralda ou com gaze embebida em água filtrada. Os hábitos de higiene, aprendidos quando criança, serão levados para a vida adulta.
A aplicação do flúor deve ser iniciada na dentição de leite?

A aplicação de flúor no consultório dentário deverá ser iniciada já na dentição de leite (dentição decídua), assim que esta esteja completa por volta de 2 anos e meio a 3 anos de idade.

0 flúor é um dos agentes importantes na redução da cárie dentária (que é uma doença infecto-contagiosa), em conjunto com outros métodos de prevenção, tais como a escovação e a dieta equilibrada, além do consumo de água fluoretada.
0 uso da chupeta (ou mesmo chupar o dedo) faz os dentes entortarem?

Sim. A chupeta ou a sucção do dedo,leva a um desequilíbrio das arcadas dentárias e à má posição dos dentes. 0 hábito da chupeta deverá ser interrompido por volta dos 3 anos de idade, quando a criança já está consciente de suas vontades e não requer mais a compensação de sugar. Portanto, devemos encorajá-la a deixar o hábito, sendo, às vezes, uma troca agradável e consciente.

A retirada do hábito de sucção do dedo requer mais consciência por parte da criança, força de vontade e sua colaboração, que poderá acontecer um pouco mais tarde. Nos casos mais severos, a avaliação de um psicólogo é recomendável.
0 uso de antlbiótico pode manchar os dentes de leite?

0 antibiótico que mais poderá levar a manchas nos dentes de leite é a tetraciclina, quando administrada durante a gestação em grande quantidade e longa duração. 0 mesmo pode acontecer para os dentes permanentes quando administrado à criança logo após o nascimento.
Programa Odontológico educativo na Escola

Objetivo: Nosso objetivo é o de promover junto com a escola, qualidade de vida através de um programa de promoção de saúde fundamentado na odontologia preventiva na qual procuraremos ensinar às crianças desde ainda bem pequenas os conceitos relacionados a saúde bucal para que fiquem bem sedimentados e passem a fazer parte da base de sua educação.

Sabemos que a principal doença que acomete a cavidade bucal é a cárie dentária,que é uma doença infecciosa, transmissível e que para ocorrer e se desenvolver necessita de vários fatores associados . Alguns destes fatores estão relacionados a hábitos diários que podem ser alterados e a cárie paralisada ou evitada.


Como funciona: Organizamos uma palestra participativa com os pais aonde abordaremos temas de interesses gerais como:

- Explicação sobre hábitos orais: hábito de sucção nutritivo ( mamadeira) e não nutritivo (chupeta e dedo). Estes hábitos são fáceis de serem adquiridos e difíceis de serem eliminados. Abordaremos as questões relacionadas ao tema.

- Higienização de escovas dentais e seu armazenamento.


- Pasta com flúor ou sem flúor? Qual a quantidade a ser usada? A primeira visita ao dentista e etapas da dentição e seus cuidados.

Manteremos ao longo do ano contato com os pais através de informes por folhetos explicativos, agendas ou e-mail por nós disponibilizado para dúvidas.
Utilizamos diversos recursos sobre saúde bucal direcionados às crianças, com características diferenciadas de acordo com a idade a serem trabalhadas.São eles:
Atividades com as crianças:

- Contador de estória: Estórias voltadas para área de saúde que estimulam o interesse da criança.Utilizamos música para fixação.

- Teatrinho de fantoches

- DVD sobre o tema (apropriado para a faixa etária)

- Confecção de painel: Fazemos um trabalho em conjunto com a escola de coleta de material para composição de murais ou painéis que tem por objetivo familiarizar crianças , escola e a saúde bucal. (Haverá participação dos alunos com a pesquisa e entrega de material para a professora uma semana antes da confecção).

- Análise e conscientização do próprio lanche: Os lanches que são ricos em carboidratos uma vez depositados nos dentes sofrem "fermentação", podendo causar a desmineralização do dente e posteriormente a cárie.

- Noções de saúde bucal;

- Apresentação de Técnicas de escovação e cuidados com a saúde bucal.

A Finalidade maior do programa é familiarizar as crianças com as questões odontológicas,eliminando o medo do dentista e tornando-as participativas no que diz respeito aos hábitos de higiene bucal , dieta e cuidados com a saúde bucal.

Os dentes das crianças

Os dentes das crianças começam a se formar antes do nascimento. Aos 4 meses de idade, os primeiros decíduos, ou dentes do bebê, erupcionam através da gengiva. A dentição decídua, composta por 20 dentes, em geral se completa por volta de 3 anos de idade, embora o ritmo e a ordem de erupção possam variar.

Os dentes permanentes começam a aparecer por volta dos 6 anos de idade. Este processo continua aproximadamente até os 21 anos de idade.


Saúde oral para as crianças

Para ajudar a assegurar a saúde e bons hábitos de higiene oral pela vida toda:

- Limite a ingestão de açúcar por parte das crianças

- Certifique-se de que as crianças obtenham a dose necessária de flúor, seja através da água que bebem ou de aplicação no consultório do dentista

- Ensine as crianças a escovar os dentes e a usar o fio dental corretamente

- Supervisione as sessões de escovação e ajude as crianças no uso do fio dental, que pode ser um desafio para suas mãos pequenas
Principais obstáculos à saúde oral da criança

Bebês


"Cárie de mamadeira":

- Esfregue a gengiva com gaze ou com um pano limpo e água após as refeições. Quando os dentes surgirem, escove-os diariamente com uma quantidade de pasta fluoretada do tamanho de uma ervilha

- Ponha a criança na cama com uma mamadeira de água, não de leite ou suco


Hábito de chupar o dedo polegar:

- Não representa um problema até cerca de 4 anos de idade ou até surgirem os dentes permanentes; depois disso, pode causar alterações nos dentes


Manchas brancas nos dentes:

- Assim que surgir o primeiro dente (por volta dos 6 meses), comece a limpar diariamente os dentes da criança e marque uma visita ao dentista
Crianças que estão começando a andar

Medo de dentista :

- Mantenha a criança no colo do pai ou da mãe durante o exame


Dificuldade para criar uma rotina de higiene oral :

- Envolva a família inteira - escovem os dentes juntos, na mesma hora, todos os dias, para criar um hábito saudável
Crianças em idade escolar

Paixão por doces:

- Ofereça às crianças opções de lanches saudáveis, como cenouras, passas e iogurte


Manchas resultantes do uso de antibióticos:
- Fale com o pediatra antes da prescrição de qualquer medicamento
Adolescentes

Aparelhos de correção dentária:

- Assegure-se de que os adolescentes escovem bem ao redor do aparelho, usando um condutor de fio dental para remover todas as partículas de alimentos.


Acidentes orais decorrentes da prática de esportes:

- Incentive as crianças a usar protetores especiais durante a prática de esportes.


As medidas a seguir são medidas preventivas essenciais para a preservação da saúde oral durante toda a infância:

Tratamento com flúor para fortalecer o esmalte dentário e aumentar a resistência às cáries. Isso pode incluir suplementos de flúor em áreas onde a água potável não está de modo ideal fluoretada. Não se esqueça de perguntar ao seu dentista sobre suplementos para determinar se são necessários.

Selantes dentários para proporcionar uma camada extra de proteção contra as cáries. Os selantes são feitos de material plástico, e são pincelados sobre os dentes por um dentista